Num ápice 

Passaram as férias. Amanhã é dia de regresso, e a única coisa que me ocorre é largar a informática e ir viver como eremita para o campo. 

Ia-me dar pessimamente no campo, mas é como está a situação. Não sei se é de estar saturada dos jogos de poder do escritório, ou se precisava de umas 3 semanas de férias. Mas agora é preciso aguentar, que só volto a ter férias no Natal.