Esquivando das balas

“Miss IT, temos que fazer com que o nosso site esprema limões!”

“Mas nós já temos isso.”

“Não! Temos mal! Temos que fazer de outra forma! Isso já foi passado para vocês!”

“O que me foi passado é o que está. O que é que precisas para além de espremer limões?”

“Preciso que limpe o frigorífico. E que faça a manutenção aos extintores.”

“Mas isso não está relacionado com espremer limões.”

“Está sim, tu é que não percebes nada.”

“Faz-me o seguinte, escreves-me isso num bug e eu assim que possa dou uma vista de olhos?”

Isto é a minha vida. Claro que o site não espreme limões ou nada que se pareça, mas a conversa real andou com temas tão relacionados como esse.

Claro que o bug nunca veio, porque entretanto deve ter percebido que nada naquela conversa fazia sentido.

Coisas que me fazem espécie

Malta não IT, ou seja, que não tem de todo noção da complexidade do que está a pedir, a dizer “eles fazem isso na boa até ao fim do dia!!”, connosco a dizer que vai demorar uma semana.

Somos capazes de conseguir até ao fim do dia, sim. Mas depois não se queixem que deu merda, porque a qualidade irá certamente deixar a desejar.

E isto acontece a toda a hora, não é de todo um caso isolado!