Fui aos Monstros do Ano

Foi maravilhoso. Chorei a rir. Houve partes mais mortas – o senhor do Happy Meal que não se calava e o momento musical, que podia ter tido metade do tempo e mesmo assim era aborrecido – mas o saldo foi muito positivo. Não compreendo como metade daquela parvalheira me passou ao lado durante o ano. Para o ano estou lá outra vez!

Deixar uma resposta